Blog

Google Analytics: Descubra a importância dessa ferramenta para os seus negócios!

O Google Analytics tem a função de mapear o comportamento de um usuário no seu site ou blog. Simples assim.

A partir desse mapeamento, coletado através de um código incluído no site/blog, você consegue rastrear: a URL acessada pelo usuário, navegador utilizado e idioma desse navegador, sistema operacional, qual é o dispositivo utilizado (mobile ou computador) e ainda, de onde esse usuário veio (google, Facebook, link externo, outros).

Os dados coletados são classificados como métricas ou dimensões. As métricas são todos os dados numéricos, como número de sessões e conversões. As dimensões são as características dos usuários, como geolocalização e a fonte de tráfego.

Entenda melhor as métricas e saiba como usá-las

Você encontrará algumas métricas, no seu Google Analytics, como:

-Sessões (ou visitas): corresponde ao número de acessos que o site obteve no período que está sendo analisado. Essa métrica indica a quantidade de visitas que seu site (e cada página dele) recebeu;

-Usuários (Visitantes únicos): é a contagem de pessoas que visitaram seu site, para o período selecionado. Se uma mesma pessoa visita seu site todos os dias, independente de quanto tempo dure essa visita, ela é contada como um único visitante. Essa métrica serve para analisar fidelidade e é muito útil para produtores de conteúdo por exemplo.

-Taxa de rejeição (Bounce Rate): não se assuste com essa métrica! Taxa de rejeição representa o número de pessoas que deixaram o seu site após visitar uma única página. Se você tem um blog por exemplo, pode ser muito comum possuir uma alta taxa de rejeição, pois muitas pessoas leem um artigo e saem do site. Por isso analise cada situação com cuidado.

-Páginas por visita: é a média de páginas que os seus usuários acessam no seu site durante uma visita. Quanto maior esse número, melhor, já que demonstra que as pessoas estão com interesse em seu site.

Atenção com as fontes de tráfego

Um usuário pode chegar ao seu site de diversas formas, desde uma tradicional pesquisa do Google, até uma menção em algum fórum do seu segmento de mercado. Por isso é importante analisar de onde as pessoas estão vindo, e a partir daí, criar boas estratégias de marketing digital.

As principais fontes de tráfego são:

-Sites de busca (Google, Yahoo, Bing);

-Mídias sociais (Facebook, Instagram e Twitter);

-E-mail marketing;

-Digitando a sua URL diretamente no navegador;

-Citações externas.

Estabeleça metas

Antes de traçar uma estratégia no Google Analytics, você deve saber com clareza quais são as suas metas: cadastro de lista de e-mail, aumento de tráfego ou vendas por exemplo.

Depois de descobrir seu objetivo, analise quais são os passos para chegar até ele, como as suas metas serão alcançadas e quais melhorias serão testadas e implementadas. Somente com a estipulação de metas claras você vai conseguir acompanhar melhoria no seu desempenho.

Conclusão

Mais do que boas ferramentas, é essencial saber onde você quer chegar. O Google Analytics é uma importante arma para análise de desempenho e conquista de bons resultados, mas é fundamental conhecer o propósito do seu negócio. Com tudo isso feito, sua página poderá “decolar” e sua empresa poderá aumentar suas vendas.

Precisa de ajuda? Converse com a gente! Não custa nada! :)

Lista VIP

Junte-se a mais de 6 mil pessoas inteligentes e receba conteúdos exclusivos para ter sucesso com o seu negócio! É grátis!